Nossas Ações de Qualidade e Segurança

QualidadeSegurança

 

O que significam e como nós tratamos essas questões

O Hospital da Plástica considera que qualidade e segurança são conceitos fundamentais para a garantia de serviços de excelência na área da saúde. Por isso, trabalhamos de forma transparente e buscamos envolver o paciente nas ações relacionadas ao tratamento médico para que ele não somente saiba o que é feito, mas também participe de forma ativa e conheça o processo.

Nesse sentido, há um esforço contínuo de padronização dos processos de atendimento ao paciente para evitar falhas. Além disso, nossos profissionais recebem capacitação permanente. Os resultados são monitorados por meio de indicadores, que mostram de forma quantitativa os resultados do hospital nas seguintes áreas:

  • Identificação correta do paciente;
  • Comunicação efetiva;
  • Uso seguro de medicamentos;
  • Cirurgia segura;
  • Prevenção do risco de infecções;
  • Prevenção do risco de queda.

 

QualidadeSegurança

A análise desses processos permite identificar oportunidades de constantes melhorias.

Escolhemos esses temas porque, além de serem importantes no contexto do hospital, fazem parte das metas internacionais de segurança do paciente elaboradas pela Joint Commission International (JCI) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

“Segurança do paciente é a ausência de danos evitáveis
ao paciente durante o processo de cuidados de saúde.”
Fonte: Organização Mundial da Saúde (OMS)


Esse trabalho é fundamental porque falhas e eventos adversos podem acontecer em qualquer centro de saúde, mesmo que se adotem todas as medidas conhecidas de prevenção. No Brasil, por exemplo, dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)1 apontam que cerca de 8% dos pacientes internados sofrem algum tipo de evento adverso. Além disso, estudos da entidade citados em matéria da Folha de S.Paulo dão conta de que o índice de problemas evitáveis varia entre 66,7% e 73%.

Essas ações compõem um ciclo cuja finalidade é aperfeiçoar nossa atuação e, ao mesmo tempo, estimular boas práticas. Assim, podemos prestar um atendimento cada vez melhor ao paciente. O envolvimento dele e de seus acompanhantes é fundamental. Esse é nosso compromisso. Apoiamos a discussão desses temas e, fazendo isso, queremos torná-los mais claros e conhecidos pelo público em geral.

 

 

QualidadeSegurança

Recomendações gerais ao paciente

A participação do paciente é fundamental para garantir a qualidade e a segurança dos atendimentos de saúde.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também sugerem recomendações úteis nesse sentido.

O objetivo é orientar a comunicação do paciente com os profissionais que estão lhe atendendo, incluindo situações como consultas, cirurgias, exames diagnósticos, uso de medicamentos e internações.