Hospita da Plástica Manaus

Hospital da Plástica Manaus

 

REGULAMENTO INTERNO DO HOSPITAL DA PLÁSTICA/ MANAUS-AM

Manaus , 20  de janeiro  de 2014

INTRODUÇÃO

O presente regulamento interno contém as normas que estabelecem a organização e o funcionamento do HOSPITAL DA PLÁSTICA DE Manaus/ Amazonas no quadro da natureza jurídica e da missão atribuída.

Tendo como missão “Oferecer qualidade de serviço diferenciado aos pacientes e profissionais envolvidos nos procedimentos cirúrgicos, com responsabilidade e excelência”, visando ser reconhecido como um hospital de referência em cirurgia plástica  no amazonas.

Como uma unidade privativa sob a licença DVISA sob a direção do Dr. André Luiz Carone, cirurgião plástico (membro da Sociedade Brasileira Plástica).

O hospital desenvolve uma política que assegura a confidencialidade dos dados pessoais dos doentes e dos colaboradores, em conformidade com a com a legislação em vigor.

 

 

A – INTERNAÇÃO / HOSPEDAGEM:

O processo de hospedagem do paciente só poderá ser efetuado sob-responsabilidade de um médico devidamente cadastrado no Corpo Clínico do HOSPITAL DA PLÁSTICA.

Todo paciente deve ter um responsável por sua internação, que deverá fornecer todas as informações solicitadas, bem como apresentar os próprios documentos (RG e CPF) e os do paciente e assinar um contrato de prestação de serviços e o termo de consentimento.

O paciente/ou seu responsável deverão, no ato da internação, tomar ciência da previsão dos valores a serem pagos diretamente ao HOSPITAL DA PLÁSTICA, correspondente aos “pacotes cirúrgicos” e aos gastos extras não inclusos nos custos iniciais, ou ainda referentes á diferença de internação em CTI e translados para outros hospitais.

Quando da internação todo paciente deverá trazer utensílios de uso próprio como: escova de dente, creme dental, pente, sabonete, pijama ou camisola, roupas íntimas.

O paciente não deve hospedar-se portando objetos de valor pecuniário ou sentimental, tipo: relógio, laptop, celulares, joias (anéis, pulseiras, alianças, piercing), etc.. O HOSPITAL não se responsabiliza pelo extravio, esquecimento, furto ou roubo de nenhum objeto pessoal, sejam de clientes ou de acompanhantes, pois não disponibilizamos de cofre para guarda dos mesmos.

Fornecemos roupa de cama e banho para o paciente. A troca de roupa de cama e banho é diária, com exceção do edredom e cobertor.

A higiene do apartamento é realizada entre 09h30 e 12h00. Entre 15h30 e 18h00 é realizada uma revisão. Qualquer intercorrência, favor comunicar a equipe de enfermagem.

 

B – CONTA HOSPITALAR

O valor do pagamento varia de acordo com o tratamento ao qual o paceinte será submetido (clínico ou cirúrgico) e deverá ser liquidado junto ao setor de contas a receber antes da cirurgia ou até o dia da alta dada pelo o médico responsável.

O paciente deve deixar um cheque calção ou bloqueio cartão de credito para cobertura dos gastos extras. No dia da alta deverá fazer à liquidação do débito junto ao setor de contas.

Os valores dos “pacotes cirúrgicos” compreendem o uso do aposento e as refeições normais que serão servidas ao paciente, o uso da sala de centro cirúrgico, os matérias cirúrgicos, medicamentos no período contratado para internação, e anestésicos previstos nos respectivos procedimentos cirúrgicos. As demais despesas não estipuladas no pacote serão cobradas a parte.

O paciente que tiver sua alta dada pelo seu médico, registrada no prontuário e não deixar o HOSPITAL na data da alta passa a pagar a diária do hospital no valor da acomodação, acrescidos dos gastos de materiais cirúrgicos e medicamentos usados,  de acordo com a tabela interna, que se encontra á disposição no setor de contas a receber e na recepção.

As contas devem ser pagas diariamente no Hospital, salvo acordo prévio onde o cirurgião assume a responsabilidade pelo pagamento. O pagamento deve ser feito no setor de contas a receber no período das 08:00 às 18:00h, de segunda à sexta. Fora deste horário e em finais de semana ou feriados, o pagamento deverá ser feito diretamente na recepção.

 

C – SERVIÇOS MÉDICOS

O médico cirurgião e o anestesiologista serão responsáveis pelo acompanhamento do paciente que esteja sob sua responsabilidade durante o tempo em que o mesmo permanecer nas dependências do hospital.

O pagamento dos honorários médicos do cirurgião, seus auxiliares e instrumentação cirúrgica são de responsabilidade e autonomia direta do paciente ou seu responsável, que devem estar combinados previamente entre as partes, não estando o HOSPITAL, responsável pelo pagamento aos mesmos. Os honorários médicos não estão inclusos nos valores dos pacotes.

O anestesiologista deverá fazer parte do corpo clínico podendo o mesmo negociar seus honorários com o médico contratante ou não.

Solicite explicação sobre todos os custos apresentados para pagamento quando de sua alta.

 

D-  ENFERMAGEM

O Hospital possui uma Enfermeira supervisora para assessorar a toda equipe técnica, devendo qualquer informação ser solicitada à mesma;

Os funcionários do setor de Enfermagem ou centro Cirúrgico só executarão procedimentos prescritos pelos médicos responsáveis ou seus legítimos substitutos.

Para a prevenção de acidentes, o paciente deve sempre solicitar a ajuda da enfermagem para sair do seu leito principalmente quando for fazer uso do chuveiro e do toalete.

É permitida visita aos pacientes hospedados nos apartamentos pelo período máximo de 15 minutos e uma pessoa por vez. Mesmo durante o período de visita, havendo necessidade de a enfermagem realizar qualquer procedimento nos pacientes, será solicitada a gentileza dos acompanhantes aguardarem na recepção do HOSPITAL, até o seu término.

Quando os acompanhantes ou visitantes desejarem informações sobre o estado clínico dos pacientes, devem-se dirigir diretamente ao médico responsável, ficando ciente que os prontuários poderão ser consultados pelos pacientes mediante autorização do médico.

 

E-ALTA HOSPITALAR

O paciente e/ou responsável deverá após a alta e antes de ausentar-se do hospital, dirigir-se ao Setor de Faturamento e ao Setor de Tesouraria, para assinar a guia de convênio ou fazer o acerto de conta hospitalar, respectivamente.

Antes de deixar o aposento, o paciente ou seu responsável deverá comunicar-se com a enfermagem, e aguardar a chegada da “confirmação de alta”, fornecida pelo médico e autorização de saída pelo posto de enfermagem.

 

F- VISITAS E ACOMPANHANTES:

Não é permitida a permanência de acompanhantes menores de idade.

É permitida a presença de apenas 01 (um) acompanhante e demais 02 (dois) visitantes por clientes.

Quando o paciente, por orientação médica pernoitar, fica mantido a permissão para somente 1 (um)  acompanhante também pernoitar.

O horário de visita será das 13h00min às 17h30min horas de segunda a sexta e das 13h00min as 15h00min aos sábados e domingos.

 

G – REFEIÇÕES:

As refeições dos pacientes serão servidas exclusivamente em suas dependências  e de acordo com as orientações dos médicos responsáveis.

As orientações nutricionais /dietéticas dos pacientes serão aquelas prescritas pelo médico responsável;

Qualquer solicitação fora do previsto será considerada como extraordinária e cobrada à parte, ressalvado em casos especiais que necessitem de dieta diferenciada.

O acompanhante não tem direito à alimentação pelo hospital.

 

HORÁRIOS DE REFEIÇÕES DO HOSPITAL:

DESJEJUM: 07h00min às 07h30min

ALMOÇO: 11h30min às 12h30min

CHÁ DA TARDE: 15h00min às 15h30min

JANTAR: 17h30min às 18h30min

CHÁ NOTURNO: 20h00min às 20h30min

 

H – USO DO TELEFONE

As ligações telefônicas realizadas durante o período de hospedagem são consideradas despesas extras não inclusas nos valores dos pacotes cirúrgicos.

 

Utilize o telefone unicamente quando for necessário.

Evite conversas prolongadas.

 

I – ESTACIONAMENTO

Não nos responsabilizamos por furtos e roubos ocorridos no estacionamento em frente ao Hospital.

 

J – TRANSFERÊNCIA PARA OUTRO HOSPITAL

O hospital da plástica possui contrato para deslocamento de pacientes sendo que:

TransferenciaA transferência para outro hospital, a pedido do paciente ou de seus familiares, somente ocorrerá mediante liberação médica e assinatura do termo de responsabilidade pelo médico e por um membro da família, responsável pelo paciente, e após a regularização administrativa.

Sendo estas despesas de responsabilidade dos responsáveis pelo paciente.

 

L – EXAMES LABORATORIAIS E HEMOTRANSFUSÕES

Havendo necessidade o Hospital da Plástica possui convênio com a Fundação Sangue Nativo, conforme tabela de preços  constante na administração do Hospital.

 

M – DISPOSIÇÕES GERAIS:

Seguir rigorosamente as orientações dos profissionais de Enfermagem e dos médicos durante o período de hospedagem e também após a alta hospitalar. A inobservância das orientações pode comprometer em muito o resultado da cirurgia realizada.

Não efetuar qualquer pagamento se não fizer parte da conta hospitalar;

Os funcionários não dependem de gorjetas/gratificações. A qualidade do atendimento faz parte da sua formação e da orientação profissional que recebem;

Os danos causados pelos clientes acompanhantes ou visitantes, ao patrimônio do HOSPITAL (exemplo – TV, AR condicionado, Controle Remoto, Aparelho Telefônico, luminárias, outros) e a terceiros são de responsabilidade dos mesmos ou  de seus responsáveis.

Após a marcação cirúrgica do corpo, favor não se sentar no sofá, pois a tinta é absorvida pelo o mesmo;

Em hipótese alguma será admitida a presença de animais de qualquer espécie ou porte dentro do HOSPITAL, mesmo que em colo ou protegido por sacolas.

Para o bem estar do paciente e bom funcionamento do HOSPITAL, é expressamente PROIBIDO.

Portar-se de maneira inconveniente e nos corredores do HOSPITAL, fazer barulho, provocar ruídos ou falar alto;

Ligar a televisão em volume excessivo;

Fumar nas dependências do HOSPITAL ;

Um paciente ou acompanhante visitar outro paciente entre aposentos;

Entrar no posto de enfermagem ou em outros locais de acesso restrito, como Centro Cirúrgico, Central de Material de Esterilização, Farmácias;

O Acompanhante sentar-se ou deitar-se no leito do paciente. Ao deitar-se no sofá, favor não colocar os pés calçados em cima do mesmo;

Solicitar ao serviço de enfermagem ou aos demais funcionários do HOSPITAL, serviços que não sejam de sua competência;

Continuar ocupando os quartos após a alta médica;

Pernoitar mais de um acompanhante;

A entrada de qualquer alimento para o paciente, a não ser que haja autorização expressa do médico ou responsável.

 

N – RECLAMAÇÃO / SUGESTÃO:

Toda e qualquer sugestão ou reclamação deverá ser dirigida à administração do HOSPITAL.

Para avaliar e aprimorar os nossos serviços, temos uma pesquisa de qualidade de atendimento o que deverá ser preenchida e entregue durante a sua hospedagem.

A Administração do HOSPITAL coloca-se à disposição dos pacientes e seus acompanhantes, no horário comercial, para analisar situações não previstas neste regulamento.

 

O– ESTERELIZAÇÃO DO MATERIAL E INSTRUMENTAL CIRÚRGICO:

São baseados nas normas técnicas vigentes RDC 15

Horário de entrega de instrumental deverá ser até às 13h do dia anterior ao procedimento na CME, onde deverá ser conferido mediante check- list.

As equipes que possuírem instrumentadores cirúrgicos, os mesmos deverão chegar com 1 hora de antecedência para organização e montagem de sala cirúrgica.

 

 

AGRADECEMOS E CONTAMOS COM A COLABORAÇÃO E COMPREENSÃO DE TODOS.